quinta-feira, 22 de março de 2012

E o mundo vai dar voltas sobre voltas ao redor de si

Diz o professor de Estética que toda criação bela provoca sensações que são advindas de empatia com o objeto ou de memórias que estão relacionadas com ele. Ainda tem o tal do flash aesthesis que é a experiência estética instantânea, é quando você ouve uma música e automaticamente se arrepia, chora, ri, detesta e tem vontade de quebrar o celular.
Tudo pode parecer uma grande besteira quando aprendido apenas em tese. Um dia me disseram que as nuvens não eram de algodão e que experiência a gente não transmite só com palavras. Mas você faz download de um CD que te indicam há miliano e ouve no ônibus enquanto tá lendo três textos, finalizando uma matéria, anotando os compromissos da semana e planejando uma desculpa pra dar por ter furado o cinema da semana passada, aí o Arnaldo vai lá e canta assim "Um dia desses você vai ficar lembrando de nós dois...". Você pára tudo pra ouvir aquela voz grave descrevendo os momentos de agonia pós-fim-de-relacionamento e pensa que maldita hora que resolveu baixar o CD porque de repente os olhos não se controlam e deixam escapar pequenas gotinhas de lágrima e aí você aprende o que é flash aesthesis e percebe que preferia não saber, mas ouve a música até o fim (você se identifica com a música, é bela, você quer mais e mais e mais, você, de alguma forma, se sente bem ouvindo aquilo) e telefona pra pedir desculpas pelo furo no cinema porque tem medo de um possível retorno dessas sensações de agonia-pós-fim-de-relacionamento.


Um comentário:

  1. bonito.
    só não fure o cinema de novo, sra. "agora eu sou assessora e tenho muitos compromissos importantes" ;**

    ResponderExcluir